As mães e seus medos - Blogagem Coletiva

em 22 maio, 2016

Hoje daremos continuidade a mais um tema da blogagem coletiva especial mães 2016, que está acontecendo aqui no blog juntamente com outras mães blogueiras.( Lista no final do post)
O assunto hoje é medo. Toda mãe tem seus medos, isso é uma verdade constante. Umas tem um pouco mais , outras um pouco menos , mas acredito que não exista uma mãe no mundo que não tenha medo de nada. Afinal , estamos falando do maior amor de nossas vidas, não é mesmo ? 

Com a chegada de um filho, vem também uma enxurrada de medos. Medo do bebê ficar doente, medo de não saber cuidar, medo de alguém fazer mal ao seu filho, medo de não saber educar entre muitos outros.

A verdade é que o medo na dose certa é até saudável, pois ele nos faz potencializar nosso instinto materno de proteção. Se uma mãe não tem medo de nada, talvez seu filho esteja mais propenso a passar por algo desagradável. Claro , que tem coisas que não está no nosso controle. Se uma criança se machuca na escola por exemplo, não tem como pensar que foi culpa da mãe que matriculou a criança na escola. Criança cai, se machuca, aperta o dedo. Mas todas essas coisas aprendemos a lhe dar melhor ao longo do tempo e principalmente com o segundo ou terceiro filho.

Não penso que temos que viver aterrorizadas com medo de tudo a respeito de nossos filhos, acho que temos que aprender a lhe dar com as situações que possam nos trazer medo avaliando se realmente tem necessidade de temer.

Um exemplo claro sobre isso , é aguardar um exame que talvez seu médico tenha pedido para o seu filho. Quantas mães eu já vi e até eu mesma já passei por isso, aqueles dias ou horas em que você aguarda o exame , parece uma tortura sem fim. E de repente quando o exame chega, não é nada daquilo que você estava esperando (o pior).

Imagem Pixabay: Domínio público
Depois desse tipo de experiência é que hoje tento controlar meus medos. Apesar de ainda ter alguns medos que realmente me paralisam, como por exemplo , mandar minha bebê para escolinha. Ainda não estou preparada para isso. Acredito que temos também que de certa forma "respeitar" os nossos medos. Não adianta fazer determinadas coisas se você se sente insegura. Quando meu filho mais velho nasceu, eu não conseguia dirigir com ele no carro, tinha impressão que iria acontecer alguma coisa. Pura insegurança minha, pois assim como é novidade ter um filho, também é novidade se tornar mãe e ter lhe dar com situações novas, antes não vividas.

Então a dica é relaxar e avaliar se o seu medo tem fundamento, pois muitas coisas só acontecem nas cabeças das mães !!! 

E você já viveu seus medos como mãe ? Me conte !!! 


Para rever os textos anteriores clique nos links abaixo: 




Blogs participantes: 




Eloá Santana - http://elosantana.com.br/


Pryscilla Silveira - http://blogprimeirospassos.com.br/











Fique de olho que ainda falta um tema: 



maternidade






Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

10 comentários :

  1. Oi Camila! Nossa, tbm tive esse medo de dirigir quando minha filha nasceu. Tenho até hoje receio de sair sozinha com ela. Mas com o tempo vamos superando os medos e vencendo, não é?
    Beijos
    http://blogprimeirospassos.com.br/as-maes-e-seus-medos-especial-dia-das-maes/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Pry, o tempo vai nos ensinando... bjs

      Excluir
  2. Oi passando pra conhecer seu cantinho, e amando tudo por aqui, minha arte que amo é o artesanato, já estou seguindo seu cantinho se puder conheça o meu obrigada. bj http://pontocruzdapri.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priscila, obrigada pela visita. Também adoro artesanato, faço um tricô quando tenho um tempinho ! bjs , bjs

      Excluir
  3. Camila, ótimo post. Respeitar nossos medos é importante.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demais Diane, se não for assim , não fazemos as coisas em paz... bjs bjs

      Excluir
  4. Amanhã irei liberar meu post. Acabei liberando o post errado hoje!! :(
    Logo cedo libero. Mas já vou divulgar na fã page!
    Eu sei que vc já foi mãe de primeira viagem.. hoje em dia seus medos podem não ser iguais ao meu. Mas olha eu tenho medo de tudo que convém a Sophia rs
    Sei que é tão errado mas tendo não pensar muito em diversas coisas. Futuro, escola, vida adulta rs
    http://eaitolinda.blogspot.com.br/
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O medo sempre existirá, mas temos que saber lhe dar com ele, e até avaliar se não estamos gastando energia a toa !!! Grande beijo !

      Excluir
  5. Tb sinto que minha filha não está pronta pra escolinha.
    Como é bom conversar com mães que entendem o que passamos.
    Adorei o post...

    http://www.confidenciasdemae.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari minha querida, uma coisa eu aprendi, que é "não ir contra a sua própria natureza" Eu tentei colocar meu filho mais velho na escolinha, na época ele tinha quase 7 meses. E foi um fracasso. Sei que tem muitas histórias de sucesso sobre a criança ir para escolinha ainda bebê, mas meu coração de mãe não me permite. Talvez se a necessidade fosse extrema, não sei. Não posso dizer que nunca faria isso de novo com um filho meu, mas por enquanto prefiro a bebê sob os meus cuidados. Grande beijo !

      Excluir

No @Instagram

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Brasil.
Topo